• Barbosa

Considerações sobre a Copa América



Como estão leitores? Após um curto período de férias (em casa...) o autor mais assíduo desse blog está de volta com a tradicional postagem de terça-feira. Vou aproveitar o espaço hoje para dar a minha opinião sobre a Copa América, que esse ano está sendo realizada no Brasil.


O principal ponto de debate tem sido justamente o país sede da competição. Há aqueles que, com razão, argumentam ser inaceitável um país com uma média de 2 mil mortes por dia sediar uma competição esportiva com atletas de diversas nações. Por outro lado, as eliminatórias já estão acontecendo, inclusive com jogos uma semana antes do início da Copa América, e envolvem as mesmas seleções do famigerado torneio. Como se não fosse o bastante também está em pleno andamento o campeonato brasileiro de clubes, com delegações viajando por todas as regiões do país (se considerar as equipes de todas as divisões).


Bem, é verdade que as competições no Brasil já voltaram há quase um ano, e praticamente de forma ininterrupta, no entanto é preciso lembrar que o futebol é um negócio que emprega diversas pessoas, direta e indiretamente. Não apenas a minoria milionária dos jogadores mais badalados e seus empresários, mas jornalistas, árbitros, cinegrafistas, motoristas, etc. Os clubes precisam jogar para não quebrar e manter a roda do futebol girando. E se não é possível promover aglomeração que se faça seguindo os protocolos sanitários e tentando gerar o mínimo risco possível para os envolvidos. Assim como vem ocorrendo com as indústrias e comércios país a fora.


Esse não é o caso do futebol de seleções. Enxergo ele como um apêndice do esporte. Uma cereja do bolo e nada mais. A única competição entre países que é realmente interessante é a Copa do Mundo (e talvez a Euro). Só que é preciso ter um torneio classificatório para definir os representantes da América do Sul no mundial, então atura-se as eliminatórias com suas 18 rodadas em pontos corridos...


Agora, a Copa América é o estadual das seleções. A competição tem até sua tradição e seu charme, mas a CONMEBOL avacalha o torneio. Já se trata de uma competição com apenas três times relevantes (Brasil, Argentina e Uruguai), e como se não bastasse a grande quantidade de adversário fracos ainda são convidados seleções como: Catar, Japão, Jamaica e Costa Rica só para ficar em alguns. Além disso, estamos sofrendo de uma overdose de Copa América. O torneio que deveria ser disputado a cada quatro está na sua quarta edição nos últimos seis anos.


Posto isso, o único motivo que consigo enxergar para a realização desse torneio são os compromissos comerciais que a CONMEBOL assumiu com as empresas que patrocinam a competição. Não há razão para essa Copa América em uma época de pandemia descontrolada no nosso continente. E sua realização na Argentina e/ou Colombia seria, sanitariamente falando, tão escandalosa como no Brasil, ou em qualquer outro país sul-americano.


Por fim, arrisca-se a saúde de muitos em nome do ganho de uns poucos.

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

FLA MIMIMI