• Julio Chagas Jr.

Deixa o cada um dosotro!


Existiam esses seres naqueles tempos, de dois gêneros, que quando combinavam células específicas de seus corpos, eram capazes de gerar um novo ser. Não se sabe como e quando, exatamente, iniciou o problema que extinguiu aquelas criaturas.


Acontece que eles tinham uma forma de se reproduzir muito peculiar, quando um ser se sentia excitado com a presença de outro, esse primeiro expelia uma nuvem de certa substância, e caso o outro fosse do gênero oposto e estivesse em fase reprodutiva, era capaz de expelir também uma nuvem com uma substância capaz de se combinar com a substância do primeiro e gerar um terceiro ser. Caso dois seres do mesmo gênero se sentissem excitados e expelissem a nuvem de substância, nada acontecia.


A principio não foi conhecido a razão de um ser se excitar por um ser do mesmo gênero ou por um ser de gênero diferente. O mesmo ser se excitava tanto com seres do mesmo gênero e tanto com seres de outro gênero, aparentemente de forma involuntária.


Eis que a partir de algum momento, logo após 2 seres do mesmo gênero expelirem suas nuvens, eles começavam a se agredir, o que muita vezes terminava em morte de um deles. A frequência dessas agressões foi aumentando, até que a excitação entre os seres foi se tornando algo cada vez mais raro e por consequência sua reprodução. Parece não ter demorado, então, para que esses seres desaparecessem completamente.

0 visualização

© 2023 por Amante de Livros. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • Branco Ícone Google+