• Barbosa

SeleFla



No último domingo a TV Globo reprisou aqui no Rio a final da Libertadores da América de 2019 vencida pelo Flamengo. O jogo ocorreu originalmente em 23 de novembro, mas acabou passando em branco por aqui no blog. Injustiça que tentarei corrigir.


Não vou fazer comentários sobre o jogo em si, ou a incrível temporada do Flamengo que atropelou todos os adversários após a saída de Abel Braga. Na verdade, vou fazer um exercício de imaginação. Esse time de 2019 é o melhor Flamengo que muitos viram (e provavelmente verão). Alguns o colocam abaixo apenas do de 81, outros dizem que o de 87 também era superior a esse, mas a verdade é que quem tem menos de 40 anos não viu nenhum Fla melhor que esse.


Ainda assim, será que esses são os melhores jogadores que já vestiram o Manto, posição por posição? Vou escolher os 24 melhores jogadores que vi atuando com a camisa do Flamengo, dois por posição. O esquema será um 4-3-3 pra poder caber todo mundo que imagino rsrs


Goleiro: Júlio César (Diego Alves) – Salvou o Fla de ser rebaixado algumas vezes e foi o goleiro da final de 2001. Deu azar de jogar naqueles péssimos times do início dos anos 2000. Lembro de algumas lambanças também, mas é normal para qualquer goleiro. Mais seguro que o Diego Alves. Como titular ganhou dois Cariocas.


Lateral: Rafinha (Leo Moura) – Nos últimos 20 anos tivemos Leo Moura na latera do Fla em 10, então é difícil lembrar de outro lateral direito que não ele. Mas mesmo com tantos anos de casa ele não teve nenhuma temporada como essa do Rafinha. Um mix de técnica, experiencia, títulos e boas atuações. Se o Rafinha sair do Flamengo amanhã já terá feito mais que o Leo Moura.


Zagueiro: Rodrigo Caio (Juan) – Ganhar um Brasileiro e uma Libertadores no mesmo ano pesa muito. Como tirar Rodrigo Caio desse time? O cara é muito seguro, bom na jogada aérea e na antecipação. Pena só ter visto o Juan no Flamengo ou muito jovem ou muito velho.


Zagueiro: Angelim (Pablo Marí) – Sou fã do Angelim. O cara sempre foi um zagueiro correto, nenhum craque, mas um bom jogador. A humildade em pessoa. Além disso, fez o gol que tirou o time de uma fila de 17 anos. Pra mim o melhor “Ronaldo” da história.


Lateral: Filipe Luis (Juan) – O Juan Marrentinho tem uma história parecida com a do Leo Moura, muitos anos de casa, tem seu nome marcado na história com boas temporadas e títulos importantes, mas nunca jogou o que jogou o Filipe Luis em 2019. Confesso que não conhecia o futebol do Filipe. Pra mim era defensivo e meio caneludo, mas nada disso. O cara é muita qualidade.


Meia: Ibson (Arão) – Vocês vão dizer que apelei colocando o Ibson de volante, mas acho ele parecido com o Arão, então por que não? O Ibson era um dos meus ídolos no inicio dos anos 2000. Sempre achei que ele tinha potencial para ser um grande ídolo da história do clube, mas o Flamengo não conseguia manter o jogador naquela época. Inclusive acho que ele merecia mais a convocação para a copa que o Kleberson.


Meia: Gerson (Renato Abreu) – Não tem muito o que falar dos jogadores da temporada passada para justificar a presença deles na lista. Os caras conquistaram o continente e não tem uma peça que destoe. O Renato Canhão carregou o Fla nas costas em algumas temporadas, mas o Gerson é muito craque. Logo, logo vai voltar pra Europa.


Meia: Arrascaeta (Petkovic) – O melhor gringo que vi com a camisa do Flamengo. Impressionante como o Arrascaeta consegue fazer coisas tão impressionantes em momentos decisivos. São gols e assistências à rodo. É o tipo de jogador que resolve jogo.


Atacante: Bruno Henrique (Ronaldinho) – O Bruno Henrique é oto patamar. Que maluco decisivo. Espero que 2019 não tenha sido um lampejo de uma temporada só. Lembro dele fazendo bons jogos no Goiás, mas não lembro no Santos. O Google diz que no time da Vila ele disputou 88 partidas com 20 gols, no Fla foram 70 jogos e 40 gols.


Atacante: Gabigol (Everton Ribeiro) – Tive que deslocar o Gabigol pra ponta pra abrir espaço pra outro centroavante. Se esse cara não fizer nenhuma grande besteira garantiu o nome dele no lugar mais alto entre os jogadores na história do Flamengo. Ou seja, logo abaixo do Zico, que é eterno.


Atacante: Adriano (Romário) – O Imperador é a personificação do torcedor do Flamengo. O cara abandonou a Internazionale anunciando aposentadoria, chegou num time desacreditado, arrumou quizumba com o treinador e ganhou o Brasileiro pro Flamengo depois de 17 anos. Pena que abandonou o clube no ano seguinte. Mas já em 2010 ele não queria mais jogar bola. Romario é um dos meus ídolos no futebol, mas aqui vai ser banco pro imperador.


Menções honrosas para Athirson, Fábio Luciano, Felipe, Beto, Everton e Paquetá.


E o meu Flamengo dos sonhos ficou: Júlio César; Rafinha, Rodrigo Caio, Angelim e Filipe Luis; Ibson, Gerson e Arrascaeta; Bruno Henrique, Gabigol e Adriano. Convido o amigo a escalara o seu time dos sonhos nos comentários.

0 visualização

© 2023 por Amante de Livros. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • Branco Ícone Google+